Programação

I Fórum Internacional Fontié Ki Kwaze: “Fronteiras Cruzadas: O Desafio das Comunicações diante das Populações em Deslocamento”.

Dias e horários: 06/11 – das 9h às 20h30; 07/11 – das 9h às 21h; e 08/11 – das 13h às 17h.

Local: Auditórios e salas do CRP-ECA-USP (Av. Prof. Lúcio Martins Rodrigues, 443 – Butantã) no Campus Butantã da Universidade de São Paulo.

06/11/2017

09h
Boas vindas, com Antônio Rodrigues (PGEHA – USP) e Joseane (PPGEHA – USP).

09h30 – 10h00
Abertura e apresentação do I Fórum Internacional Fontié Ki Kwaze – Fronteiras Cruzadas, com Artur Matuck (ECA-USP) e Rosemary Segurado (NEAMP-PUC-SP).

10h – 11h30
Mesa 1 – As diásporas na história, com Alex Vargem (IDDAB), Héctor Mondragón (PUC-SP) e Reginaldo Nasser (PUC-SP).
Mediação: Sandro Cajé (PGEHA – USP)

11h40 – 13h
Mesa 2 – Trabalho e capital transnacional, com Patricia Villen (UFU), Márcio de Oliveira (UFPR) e Fedo Bacourt (União Social dos Imigrantes Haitianos – USIH-Haiti). Mediação: Amarildo Vieira (historiador, educador e pesquisador)

13h – 14h30 (ALMOÇO)

14h30 – 16h
Mesa 3 – Comunicação em rede nas comunidades migrantes, com Sofia Zanforlin (UCB), Paulo Nassar (ECA-USP), Jenny De La Rosa (Mi Redes Internacional) e Antônio Andrade (Bolivia Cultural). Mediação: Rosemary Segurado (Neamp – PUC-SP).

16h10 – 17h30
Arena de debate – Rompendo Fronteiras das Artes e das Culturas.
Debatedores convidados: Eliana Bolanho (Teatro As Graças), Juan Cusicanki (artista boliviano), Hortense Mbuyi (congolesa, Consolidação dos Imigrantes), Sônia Barbosa (liderança Guarani Mbya).

Mediação: Rafael Presto (Coletivo de Galochas).

17h30 – 18h (CAFÉ)

18h – 20h
Conferência 1 – Desafios globais no debate atual sobre as migrações transnacionais
Conferencista internacional: Raúl Delgado Wise – presidente e fundador da Rede Internacional de Migração e Desenvolvimento, professor doutor da Universidade Autônoma de Zacatecas. Cátedra UNESCO sobre Migração, Desenvolvimento e Direitos Humanos.
Palestrantes: Mohammed ElHajji (UFRJ), Denise Cogo (ESPM) e Miriam Debieux (USP).
Mediação: Daniel Perseguim (PGEHA – USP).

20h – 20h30
Performance do Coletivo de Galochas.

07/11/2017

09h30 – 11h
Mesa 4 – Arte e Cultura como resistência, com Soraya Misleh (USP), Lenna Bahule (artista e pesquisadora moçambicana), Lucinda Pedro (Muxima Diáspora, coletivo angolano), Rawa Alsagheer (estudante de cinema-documentário palestina). Mediação: Mariana Queiroz (USP).

11h10 – 12h40
Mesa 5 – Subjetividades na diáspora, com Silvie Mutiene (advogada congolesa), Salim Mhanna (cineasta palestino) e Victor Martins (PUC-SP). Mediação: Kamila Fahs (USP).

12h40 – 14h00 (ALMOÇO)

14h – 16h
Conferência 2 – Migração e refúgio em perspectiva de direitos humanos
Conferencista internacional: Pablo Ceriani – coordenador do Programa de Migração e Asilo, no Centro de Direitos Humanos da Universidad Nacional de Lanús (UNLa), Argentina. Professor doutor de direito na Universidad de Buenos Aires (UBA). Vice-presidente do Comitê de Proteção dos Direitos dos Migrantes e suas Famílias das Nações Unidas (ONU).
Palestrantes: Fabiana Severo (Defensora Pública da União), Gabriel Angel (UFSCAR) e Bela Feldman-Bianco (Unicamp).
Mediação: Karina Quintanilha (PPGCS – PUC-SP).

16h10 – 17h30
Arena de debate – Nova Lei de Migração e Brasil hoje.
Debatedores convidados: Jobana Moya (Warmis, boliviana), Paulo Illes (CDHIC, brasileiro), Viviane Balbuglio (ITTC, brasileira). Mediador: Fábio Ando Filho (UFABC).

17h30 – 17h50 (CAFÉ)

17h50 – 18h30
Deriva Performática Nômade, com Antônio Rodrigues de Almeida (PGEHA – USP).

18h30 – 21h
Oficinas simultâneas:
Oficina 1: VÍDEO – Elaboração de um canal de transmissão intercultural.
Oficina 2: CHECK POINT – Reflexão através da performatividade de uma jornada.
Oficina 3: GÊNERO – Mulheres migrantes e ativistas trocam experiências sobre migração, gênero e violências estruturais.
Oficina 4: SEGURANÇA DIGITAL – Conhecimento de ferramentas para proteção digital de ativistas, defensores de direitos humanos e interessadxs.

08/11/2017 – Pós Fórum

13h – 17h
Haverá encontros de formação com os convidados internacionais e grupos universitários, organizações de direitos humanos, movimentos sociais e instituições interessadas a fim de trocar conhecimento sobre mecanismos de proteção a direitos humanos e fortalecer articulações e redes de ação inter-regionais. No dia 8 o Fórum será encerrado com um vídeo sobre o evento, além do planejamento da segunda edição do Fórum.

O seu grupo ou organização tem interesse em participar do Pós Fórum? Para mais detalhes, entre em contato com: fontieforum@gmail.com

 

Anúncios